segunda-feira, 22 de agosto de 2016

"Que Mundo é Esse?"


     Finalmente, já existe um bom motivo para as pessoas irem para as ruas; deixarem a clausura imposta pelos games em frente a TV; tomarem as praças e apreciarem a beleza dos parques, das árvores, das flores; respirar ar puro!

    Sim, estão saindo mais, andando mais, explorando detalhadamente cada espécie animal que vive nos espaços públicos; rebuscando esconderijos e calabouços nos seus íntimos detalhes!

    Enfim, estão tomando de volta a cidade que sempre fora de fato, de todos!

   
CAÇANDO POKEMON NO CENTRAL PARK EM NOVA YORK - A febre do momento.


Mais sobre este tema AQUI.        


"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos". Desconhecido.

30 comentários:

  1. É ,amigo....com essas artimanhas da tecnologia,o ser humano se isola cada dia mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver até quando essa febre vai durar!

      Excluir
  2. Amigo Vitorio
    Tem toda a razão:as pessoas nem se dão conta de que a vida passa!
    Onde está esse conceito:«O Homem é um ser eminentemente social.» Será que o filósofo se enganou?!
    Agora vemos todos sós, ainda que no meio de multidões, não é?
    Parabéns pela sua publicação, pois faz-nos reflectir.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que o homem olhe um pouco para os lados, Beatriz!
      Abraços!

      Excluir
  3. Angélica Carvalho E Silva comentou no Facebook:
    Escolheu um tema de vanguarda,néh amigo Vitorio Nani ?

    ResponderExcluir
  4. Fran Leone comentou no Facebook:
    O defeito da Internet, como de outras grandes invenções da humanidade, está no mau-uso dela...Foi criada para conectar pessoas, não desconectá-las da realidade. Tentei fazer esse comentário em seu Blog, mas como sempre, não consegui. Abraço amigo.
    Curtir · Responder · 5 h · Editado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fran, mas seu comentário é muito importante, por isso ele veio parar aqui!
      Beijos!

      Excluir
  5. Antonio Angelo Speranza comentou no Facebook:
    Tudo que é exagero leva a algum problema. Com a Internet arrumamos muitos amigos, voltamos a ter contato com outros que não víamos a anos. Quem souber usar essa ferramenta aumentando o calor em seu coração e procurando se aproximar mais e mais das pessoas, ótimo! Quem resumir sua vida em apenas clicar no aparelho, não terá muito a ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito certo, Toninho, tudo na vida deve ser usado sem exagerar! Abraços!

      Excluir
  6. Pelo menos agora, meu caro amigo, a prefeitura ficará sabendo onde estão os buracos da cidade, pois se a cada tombo, eles reclamarem, todos vão ter as ruas mais perfeitas. Viu como achamos alguma coisa boa neste não ter o que fazer? abraços da amiga riopretense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será, Dilei?
      Se isso acontecer já terá valido a pena essa aventura!
      Abraços!

      Excluir
  7. Realmente, Vitorio, essa 'coisa nova' de última geração, o tal Pokemon, me deixou estarrecida. Nunca imaginei tal coisa, pessoas atrás, em tempo real, de algo totalmente irreal! Dá medo. Estava eu numa farmácia e de repente entrou uma rapariga bem louca, houve um tumulto! Ela estava atrás de um Pokemon!! Enquanto isso pensei que era um assalto. Não acredito numa virada mais consciente, pois viciados em massa, onde a tecnologia lhes é oferecida diariamente, o que pensar?
    Li a postagem anterior, estou lá com meu comentário.
    Ótimo seu post!
    beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto isso, assistimos de longe, a mente desse moderno caçador virtual sendo dominada como no filme "Admirável mundo novo".
      É assustador, Tais!
      Beijos!

      Excluir
  8. _________▄██✿███▄
    _______ ▄██▀██████▄
    ______██▀__███▒████
    _____██____███░░ٮ░▀
    ______██____██░░░░░
    _______██____ ██░░--- _ (❀✿❀)
    ________ █_____ █▒ ___ (✿ ☼ ✿)
    _________█ ___▓▓░▓___ (❀▐ ❀)
    ____█❀ _█_ ▓▓▓▒░▒▓__█_▐__▄
    _____▀█▀_ ▓▓_▓▓▒░▒▓ ▀█▐_█
    _________▓▓_▓▓▓▓▓▓____ ▐▀
    _________▓▓_▓▓▓▓▓______▐
    _______ ▓▓__▓▓▓▓_▓▓____▐░
    ______ ▓▓__▓▓▓▓▓___▓___▒▒
    _____ ▓▓_▓███❋██▓__▓▓▓
    ___▒▒___▓██▒███▒▓
    ___░___▓██▒███▒██▓
    ______▓██▒███▒███▒▓
    _____▓██▒███▒███▒██▓
    _____▓█▒███▒███▒███▒▓
    ▓___▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
    ▓________▒░░░▒░░░▒
    ▓________▒░░░▒░░░▒
    ▓________▒░░▒_▒░░░▒
    ▓________▒░░▒__▒░░░▒
    ▓________▒░░▒__ ▒░░░▒
    ▓________▒░░▒__▒░░░▒
    ▓________▒░░▒▒░░░▒
    ▓▄▄▄▄▄▄▒░░▒░░▒
    ▓██████▒░░▒▒
    ▓_█___███
    ▓███____ ███
    ▓█_______███
    ▓________██❥█
    ▓________██▀██▄......★MaRiBeL★

    ResponderExcluir
  9. Olá Victor! Não sei se por meu filho ter crescido na época de ouro de Pokémon, a verdade é que gosto do Anime, gostava de ver meu filho jogar e para ser sincera, se tivesse o vigor físico da juventude, adoraria sair por aí tentando ser mestre Pokémon. Todos nós tivemos nossas novidades, lembro dos kikos marinhos que fiquei alimentando um tempão e nada dos bichinhos aparecerem, também curti bastante o Tamagoshi, alimentei, levei pra passear, brinquei junto, dei remédio...rsrs
    Penso que tudo tem seu lugar, nada substitui um passeio com nosso cachorro em relação a afetividade, por exemplo, mas usar com sabedoria, quem tem uma cabeça boa, vai aproveitar, se divertir, fazer amizades etc
    Na verdade é muito mais divertido do que passar os dias nas redes sociais, brigando, conversando e postando futilidades. Ao ao invés de caçar pokémons, ficam caçando a tal felicidade idealizada, ao meu ver os adultos estão piores que os jovens em relação ao uso da virtualidade.
    Amigo, os tempos mudaram, mas uma coisa não mudará nunca, quase todos lembrarão dos bons tempos de infância seja lá com que ferramentas forem.
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dalva!
      Realmente, cada época de nossas vidas vivemos momentos bem distintos.
      No meu tempo de criança, a diversão era caçar vagalumes à noite, colocá-los nos vidros transparentes e brincar com as lanternas fosforescentes esverdeadas!
      Abração!

      Excluir
  10. Esta forma de "sair", não é, para mim, o mais adequado. Há a focagem num objetivo e a natureza, de per si, vira apenas cenário. Não é vivida. Já me pronunciei sobre esta "caça" na minha página do FB. Provavelmente, será mais uma mania até aparecer outra. Como não sou desta geração, custa-me a entender esta "insanidade".
    Bjo, amigo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No final, e tudo um pouco mais do mesmo, Odete!
      Beijo, amiga!

      Excluir
  11. Creo que, por fin, la tecnología hace que la gente joven abandone su asiento frente al ordenador , la tablet o el móvil y salga a la calle aunque sea a cazar Pokemons. A mi me parece que aunque tiene aires de "locura" es una forma buena de aalgo que es en esencia, poco sano.

    Saludos afectuosos desde España.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sigo pensando que podría ser mejor, Franziska!
      Saludos cordiales desde Brasil!

      Excluir
  12. Pois é...
    Eu também fico impressionada com os vícios nossos de cada dia.
    Nas redes sociais há os que criticam os críticos dessa nova febre.
    Podemos até repensar em nossa utilização de aplicativos e tudo isso que a Internet nos propicia.
    Eu tento encontrar um sentido em tudo isso que faço, seja os aplicativos, seja os blogs...
    Tenho colaborar para o meu crescimento, com o conhecimento, com a interação com outras pessoas...

    Sobre esse tema, li um artigo que deixo aqui, caso queira ler.

    Abraço.

    Ana Virgínia

    filhadejose.blogspot.com
    cartashoje.blogspot.com


    http://www.cartacapital.com.br/blogs/outras-palavras/pokemon-e-o-sequestro-do-desejo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li o artigo e gostei, Ana Virgínia.
      Ainda seremos todos monitorados e controlados pelas máquinas, como nos filmes de ficção.
      Abraço.

      Excluir
  13. De vez em quando há febres destas.
    Mas mais tarde ou mais cedo passa e não volta.
    Caro Victorio, tem uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Victório ou Victor?
    Em qualquer caso é a mesma pessoa... rsrsrs...
    Caro amigo, tem um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  15. O mundo está ficando louco, querido amigo Victor!
    Sou pouco ou nada mesmo dada à tecnologias. Prefiro olhares, sentires, mão na mão, cabeça no ombro, afago, que enaltece e aquece. E, desse jeito, o mundo vira um jardim.

    Agradeço sua visita, comentário e sinceros votos.

    Beijos e dias de luz, clarividência e discernimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também prefiro a vida real, Céu!
      Beijos e tudo de bom pra você!

      Excluir
  16. Boa noite Victor!
    Muita doideira dessa pessoa sair de suas casas pra ir as ruas procurar Pokémon. Não chega os assaltos de celular, agora com esse jogo ficou mais fácil.
    Eu fiquei tentada em conhecer o jogo, e acabei baixando o aplicativo, só que logo em seguida desinstalei. O primeiro Pokémon estava na exposição agropecuária que fica ao lado de minha casa. Eu pensei, louco isso, tou fora já rsrsrs.
    Uma ótima semana! Um ótimo mês!
    Beijos e sorrisos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei muito engraçado, você caçando Pokémon entre touros e vacas, rsss*
      Boa noite, Smareis, beijos!

      Excluir
  17. Acho que a febre já está a passar...
    Caro Vitório, tem um bom resto de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece extraordinariamente o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. AVISO LEGAL Todos os direitos reservados. Esta coletânea de textos e imagens são propriedades do autor e estão protegidos por direitos de propriedade intelectual, que não podem ser utilizados em qualquer meio ou formato sem a autorização do autor. Vitorio Nani - 12/06/2010.